Não é por falta de espaço que você vai ficar sem seu jardim

Estive navegando pela rede e descobri algumas fotos de jardins que podem ser executados até por quem não tem espaço algum. Um simples prato ou mesmo um par de tênis velho pode abrigar um mini jardim bem bonitinho, basta que você tenha bom senso e isso as pessoas costumam ter de sobra.

Panelas, xícaras, pratos, tudo pode se transformar num belo jardim.

A história da jardinagem remonta ao antigo Egito e Babilonia.

São famosos os Jardins Suspensos da Babilônia, considerados uma das sete maravilhas do mundo antigo. Conta-se que Nabucodonosor, rei da Babilônia, que ficava ao sul da Mesopotâmia, construiu  por volta do século VI antes de Cristo, jardins maravilhosos para agradar sua esposa Amitis, nascida em outro reino e que vivia triste com saudades das florestas e campos de sua terra natal. Os jardins eram irrigados pela água bombeada do rio Eufrates e devem ter sido destruídos na mesma época em que o palácio foi destruído, pois acredita-se que foram construídos sobre o palácio real.

Do Egito se sabe que as primeiras referências a jardins ornamentais datam de 1500 a.C., embora muito antes disso já eram cultivadas plantas para fins alimentares.

No Brasil é Roberto Burle Max quem fez história, criando seu primeiro jardim nos anos 30, em estilo revolucionário para os padrões da época, uma vez que os jardins seguiam tendências européias.

Junto com Oscar Niemayer e Lúcio Costa, Burle Max projetou o Parque da Pampulha em Minas Gerais e os famosos jardins de Brasília. Em São Paulo o Parque do Ibirapuera é uma de suas obras mais expressivas.

Espero que você tenha se animado a criar seu jardinzinho. Sabe que os jardins podem inspirar as pessoas a sonharem? Os sonhos fazem parte de nossa felicidade! E não estamos aqui no mundo para sermos felizes? Além do mais, enquanto você cria seu próprio jardim, sua mente estará fazendo um excelente exercício de meditação. Os japoneses têm esse hábito saudável, criam jardins maravilhosos enquanto equilibram suas mentes. Grandes empresas japonesas estão investindo em jardinagem para reduzir os níveis de stress de seus funcionários, e está dando certo. Então, porque não aproveitamos as boas idéias?

No próximo post eu vou ensinar a fazer um terrárium usando material de reciclagem. Se você tiver interesse em aprender, basta voltar a este blog. Ah, pode ir guardando o seguinte material:

  • 1 vidro de boca larga com tampa ou garrafa pet transparente cortada ao meio ou aquário bem limpo
  • terra fina e terra vegetal
  • pedrinhas miúdas
  • areia grossa
  • mudas de plantas de sua preferência ou pequenas samambaias, heras, musgos, avencas,  tudo com raízes pequenas. Não use plantas como cactus, essas não se dão muito bem na umidade do terrarium.
  • insetos como joaninhas
  • elástico e fita crepe
  • plástico cortado maior do que a boca do vidro ou tampa

Por enquanto é isso, até mais. Se puder conheça meu outro blog de variedades.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: